Revisão: Abracadabra seu livro está pronto

Atualizado: Abr 1

Antes de tudo, o escritor tem a ideia. Pronto, o livro pode ser publicado... desculpa, só nos filmes que isso ocorre. Por mais que seja lindo o processo de criação de um livro, tantas coisas (e estresses) acontecem. Revisões, alterações, cortes (momento de dor para os escritores), adaptações, e muito mais.


Depois que o manuscrito é entregue à editora, ele vai para as mãos do editor. Este lê a obra e faz alguns apontamentos sobre o enredo, personagens, problemas de continuação... sim, a obra pode ser maravilhosa, porém sempre vai ter alguma coisa que pode ser melhorada, afinal o escritor não sentou na frente do computador em uma tarde chuvosa e escreveu o livro inteiro. Há livros que demoraram anos até serem terminados, e nisso, alguns detalhes podem ter passado batidos. É natural.

Pois bem, depois que o autor e o editor acertam esses detalhes, o texto vai para a preparação.


Nesta etapa, assim como o editor, o preparador vai se atentar a erros de coesão e coerência, à fluidez do texto e (nos casos de livros traduzidos) a uma análise da linguagem, ou seja, se o texto está adequado ao modo de fala e escrita do país, mas é claro que sem perder o estilo do autor. Além disso o preparador precisa verificar a grafia dos nomes, datas e acontecimentos, conferir se os elementos gráficos (gráficos, tabelas, ilustrações, fotos) estão nos lugares adequados e padronizar o texto de acordo com o manual da editora.


imagem meramente ilustrativa

Normalmente a preparação é feita em documento Word, já que alterações precisarão ser feitas e às vezes trechos serão rescritos. Assim como a revisão (mas calma, já chegaremos lá), as alterações sugestões são controladas. Não é simplesmente chegar e mudar o texto. Todos os grandes ajustes precisam ser justificados. Por isso, é normal que os arquivos, depois da preparação, cheguem ao diagramador com muitos recados e instruções.


Depois que o material é diagramado, o revisor entra em ação. Ele vai receber o material já no formato de publicação, pode ser tanto em PDF, como impresso.


Nesta fase é quando acontece o famoso “caça-erros”. Isso mesmo, o revisor vai procurar erros gramaticais e ortográficos, erros de digitação, numeração de páginas e capítulos; vai conferir o sumário, e se os apontamentos feitos pelo preparador foram atacados.


Depois do revisor de primeira prova, o texto volta ao diagramador para os ajustes, e segue mais uma vez para a revisão, desta vez de segunda prova. Esse vai e vem pode ocorrer várias vezes até que o livro seja aprovado pelo editor. Assim seguimos para a impressão.




 

©2019 por eu sei o que eu leio. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now