A LEVEZA DA FELICIDADE

Quando nascemos para algo, não podemos, e não conseguimos fugir. É esse o caso de Mônica Moro Harger. Arquiteta e escritora.


Em Encontros Felizes, Mônica nos traz textos sobre o cotidiano, sobre aqueles pensamentos que passam por nossas cabeça, mas que permanecem ali, na coxia, esperando para voltar em cena. Presenteia-nos com situações cômicas e mostra a felicidade escondida em sorrisos, em “bons dias”, em conversas aleatórias. Mas, também nos traz a dor, o pesar, a tristeza. Entretanto o faz, como uma boa escritora, com a leveza de sua escrita, que nos emociona, mas não nos machuca.


Com leveza e delicadeza, a arquiteta de profissão, mas escritora de coração (não me arrisco dizer que seja por vocação, porque ela gosta de ressaltar que é arquiteta), nos conta situações passageiras, que muitas vezes não reparamos, passamos batido sem mesmo vivermos.

Para os habitantes de Curitiba, capital do Paraná, as descrições dos lugares presentes em seus textos permitem que os leitores se transportem para dentro das histórias. Ao mesmo tempo que convida o leitor a sentar e escutar seus relatos, a autora os leva, como o ônibus turismo, para um giro pela cidade.


O livro, ou melhor, as histórias brincam com o tempo (passado e presente), com as amizades e amores, com o coração e com as escolhas pessoais. Brincam conosco, de uma maneira boa, de uma maneira calorosa, e, como na infância, nos levam por aventuras.

Encontros Felizes é a reunião de textos publicados em sua página do Facebook e textos inéditos.

MÔNICA MORO HARGER





Arquiteta, tia, madrinha de sete. Apaixonada por gente e palavras. Desde 2018, quando se texto “Vá a encontros felizes” viralizou, divide-se entre suas duas paixões: projetos e escritos. Vive em Curitiba, onde coleciona memórias, imãs de viagens e recados na geladeira.

 

©2019 por eu sei o que eu leio. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now